A- A A+

Telefone: (33) 3378 4155  |  E-mail: ouvidoria@antoniopradodeminas.mg.gov.br

Quinta, 23 Abril 2015 16:52

Projeto Olhos d’água protegerá nascentes

MANHUAÇU (MG) - O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Manhuaçu e o Instituto Terra iniciaram a etapa de mobilização junto a produtores rurais de Manhuaçu, Reduto e Luisburgo que serão atendidos pelo programa de recuperação de nascentes Olhos d'água. Conforme previsto no projeto, cada produtor selecionado receberá os insumos necessários para o cercamento, placas alusivas ao projeto e o diagnóstico quantitativo e qualitativo dos recursos hídricos das nascentes em recuperação.

Na semana passada, durante visita a região de Manhuaçuzinho, a presidente do CBH Isaura da Paixão, o presidente da Câmara Jorge Augusto Pereira (Jorge do Ibéria), os representantes do Instituto Terra, coordenados pela assistente de extensão ambiental do Instituto Terra, Cintia Gomes, os representantes da ONG Pró-Rio Manhuaçu Alisson Sad e Roberto David e os integrantes da Emater-MG Maria do Carmo e Paulo César foram às propriedades para conhecer os pontos que serão protegidos.

Isaura da Paixão conta que a ação está sendo desenvolvida em toda a bacia do Rio Manhuaçu. “A partir do projeto, produtores rurais têm sido estimulados a adotar técnicas sustentáveis no uso do solo, diminuindo o impacto das atividades agrárias e de pecuária nas nascentes dos rios, recebendo ainda insumos para cercamento dos olhos d’água (nascentes)”, afirma.

Além da localização das nascentes, a assistente de extensão ambiental do Instituto Terra, Cintia Gomes, conta que como parte integrante das ações previstas no projeto, o Instituto Terra também realiza análises frequentes da água das nascentes protegidas, como forma de mensurar os ganhos obtidos em termos de qualidade e aumento do fluxo hídrico.

O programa “Olhos D’Água” foi criado pelo Instituto Terra voltado para a revitalização da bacia hidrográfica do Rio Doce, do qual o rio Manhuaçu faz parte, e que já soma mais de mil nascentes protegidas ou em processo de recuperação.

Para o presidente da Câmara de Manhuaçu, Jorge do Ibéria, a escolha da região de Manhuaçuzinho tem um significado importante. “É dessa região que chega a água que abastece a cidade de Manhuaçu. Preservar essas nascentes tem um sentido amplo, que vai além das propriedades. Acredito que esse projeto deve ser levado para todas as propriedades”, destaca.

O vereador citou que foram aprovadas leis municipais de sua autoria e do vereador Paulo Altino visando incentivar a preservação de nascentes, a conscientização dos moradores e a redução do desperdício. “O produtor deve reconhecer que a água é o maior patrimônio da fazenda dele”, definiu.

Carlos Henrique Cruz - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fonte: Portal Caparaó