A- A A+

Telefone: (33) 3378 4155  |  E-mail: ouvidoria@reduto.mg.gov.br

Quinta, 14 Abril 2016 14:36

Prevenção contra a Dengue!

A ação mais simples para prevenção da dengue é evitar o nascimento do mosquito vetor, o Aedes aegypti. A transmissão não acontece por contato direto com um doente ou com suas secreções, nem com fontes de água ou alimento contaminadas. A vacina contra a dengue ainda não existe, sua complexidade se dá pela necessidade de fazer uma combinação dos quatro sorotipos, para obter uma proteção realmente eficaz contra a doença.

Como também não é possível distinguir a picada do Aedes aegypti com a de um mosquito comum, é importante evitar todos os tipos de picada, principalmente se você já estiver com a doença. A sensação é semelhante à picada de qualquer outro mosquito, com eventual coceira ou incômodo.

Por isso, o mais importante é evitar a proliferação do mosquito, eliminando os locais escolhidos para a reprodução e identificação dos objetos que possam se transformar em criadouros, já que sua eliminação completa é muito difícil.

A reprodução do Aedes aegypti ocorre em qualquer recipiente utilizado para armazenar água, tanto em áreas sombrias como ensolaradas. Por exemplo: caixas d'água, barris, tambores, vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, tanques, cisternas, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas, blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores e muitos outros onde a água da chuva é coletada ou armazenada.

Medidas simples, desde que praticadas regularmente, promovem bons resultados e ajudam a proteger não só a sua família, mas toda a comunidade. É preciso ter cuidado também nos momentos de viagem, se a casa for ficar fechada lembre-se de não deixar nenhuma oportunidade para o mosquito proliferar.

Alguns mitos acabam por atrapalhar as ações de combate ao mosquito. Por exemplo, a eficácia da borra de café ainda não foi comprovada e a sua utilização não simplifica os cuidados recomendados. Ar-condicionado e ventiladores não matam o mosquito, a baixa temperatura pode até inibi-lo, mesmo assim, ele não morrerá. Esses aparelhos apenas espantam o mosquito, que poderá voltar em outro momento, quando estiverem desligados.

Combater a dengue não é uma tarefa fácil, são necessárias mobilização e colaboração de todos para eliminar os focos do mosquito e os riscos de epidemia. A regra é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente. Como a proliferação é rápida, além das ações governamentais, a população também deve colaborar para interromper o ciclo de transmissão e contaminação.

Não adianta só cuidar da própria casa. Cobre prevenção da escola onde seu filho estuda, do local onde você trabalha e até dos seus vizinhos. Todos precisam colaborar. Durante o verão, com as chuvas e ao aumento da temperatura, tem sido observado um padrão sazonal de incidência da doença.

Também é importante que quem estiver com dengue previna-se de picadas do mosquito Aedes aegypti, para evitar a transmissão da doença para o mosquito. Assim, é possível cortar mais uma cadeia de transmissão do vírus. Portanto, quem estiver com dengue deve usar repelentes, mosquiteiros e/ou outras formas de evitar a picada do mosquito da dengue.